• CA FAP

EHF HEADS OF REFEREEING CONVENTION




Decorre este fim-de-semana em Viena, uma nova iniciativa da Federação Europeia de Andebol.


Um total de 38 federações-membro registaram os seus representantes para a convenção, que inclui alguns tópicos-chave, como as alterações às Regras do Jogo da IHF.


George Bebetsos, o coordenador do Programa de Árbitros da EHF, indica que há muitos objetivos a atingir nesta reunião de dois dias.


A EHF organizou esta convenção considerando a necessidade de promover o papel dos oficiais a nível nacional, informar as federações membro da EHF sobre as próximas alterações das regras do jogo, contribuir para melhorar a qualidade dos árbitros e delegados, bem como a forma como a arbitragem é organizada nas várias federações membros da EHF.


Em geral, o estatuto e a educação dos árbitros e delegados das várias federações membros da EHF serão reforçados, bem como a responsabilidade dessas federações na nomeação de árbitros e delegados fiáveis e devidamente qualificados para as suas competições e, consequentemente, candidatos de qualidade para o emblema da EHF. Os programas de educação ou desenvolvimento devem ser colocados em destaque.


Após a abertura oficial do Presidente da EHF, Michael Wiederer, e do Secretário-Geral da EHF, Martin Hausleitner, os dois coordenadores George Bebetsos e Marcos Bestilleiro apresentam o Programa de Oficiais da EHF.


Outro ponto em foco é a utilização da tecnologia na arbitragem do andebol; parte dele é a apresentação do novo avançado sistema de comunicação de árbitros fornecido por Malik Sayadi da Vokkero. O presidente da EHF TRC, Dragan Nachevski, informa os participantes sobre a preparação dos árbitros para o EHF EURO 2022 feminino, em novembro, seguido de Sergi Cedrun, da FitGood Pro, sublinhando a importância do programa de condicionamento e bem-estar dos árbitros.


O grande tema da segunda sessão é a viciação de resultados e manipulação da competição no andebol, apresentada por Andrew Whittingham, sócio oficial da EHF.

Os árbitros desempenham um papel essencial na defesa dos valores do fair play e da integridade e na proteção dos jogadores e do jogo.


No sábado, Per Morten Södal, o novo presidente da IHF Playing Rules and Referee Commission, explica todas as grandes alterações das Regras da IHF, que entrarão em vigor a partir da temporada 2022/23.


Além disso, os membros do TRC da EHF, Oyvind Togstad (Noruega) e Jutta Ehrmann-Wolf (Alemanha) apresentam o estatuto de arbitragem dentro de uma federação nacional.

A última sessão da tarde de sábado está reservada para um debate plenário e um resumo final da convenção.