• CA FAP

Diário do Women’s EHF EURO 2020 - Final




Por momentos, parecia que a França tinha o que precisava para vencer o EHF Euro 2020.


Mas a história repetiu-se: já antes, quando a Noruega venceu os primeiros sete jogos no EHF EURO, foram campeões em título.


Foi um jogo onde o andebol esteve no seu melhor, onde a Noruega acabou por selar o seu oitavo título EHF EURO, numa vitória por 22:20 contra a França.


A equipa norueguesa envolveu-se num abraço de grupo após o apito final na final do EHF EURO 2020.


Apenas dois anos após o seu pior resultado na competição desde 2000, a Noruega está agora de volta ao topo e é uma prova de como esta geração é boa e como se reinventam constantemente.


Mas foi a força mental que realmente elevou a Noruega tão alto. Tanto na meia-final como na final, voltaram.


A Noruega conquista assim o seu oitavo troféu na competição e com isso, regressou ao topo do pódio depois de uma espera de quatro anos e conquistou a sua primeira medalha desde 2017.


Quando a Noruega ergueu o troféu na Suécia, em 2016, não sabiam que estavam no final de uma corrida de sonho que os tinha visto reclamar quase todos os títulos do EURO da EHF disputados desde 2004.


2012 foi a única exceção, mas ainda assim ganharam a medalha de prata nesse ano. Nessa altura, a Noruega também era campeã do mundo.


O que se seguiu foi a derrota com a França na final do Campeonato do Mundo de 2017, um ano depois, um quinto lugar no EHF EURO 2018 e o quarto no Campeonato do Mundo de 2019.

Não é de forma alguma um mau registo, mas para a Noruega, sempre com muita fome de títulos e nada menos, não era o cenário ideal.




© 2020 CONSELHO DE ARBITRAGEM FAP

  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Instagram Basic Black